Postura Profissional: Ética, Justiça E Moral Nas Relações Trabalhistas

Tempo de leitura: 18 minutos

A postura profissional é formada por aspectos como conduta ética, hábitos, habilidades, competências, conhecimentos e comportamentos.

Atitudes como se informar sobre sua área e o mercado, evitar atender telefonemas pessoais no ambiente de trabalho e ter um bom relacionamento com seus colegas são comportamentos que fazem um profissional de destacar entre os outros.

Pesquisas apontam que dois terços das demissões nas instituições são provocados devido à dificuldade de relacionamento entre os colaboradores, portanto, relacionar-se bem é mais um ponto positivo em seu comportamento profissional.

Ter uma postura adequada no trabalho envolve diversos fatores, que vão desde maneira como você se comporta até o jeito que realiza suas tarefas. Confira abaixo algumas das atitudes que você precisa ter dentro da empresa e que mostram que você tem uma postura profissional.

  • Cuide de sua aparência

Uma aparência desleixada passa uma imagem muito negativa sobre você. O marketing pessoal é de extrema importância, então busque sempre estar com roupas alinhadas e limpas e principalmente tenha uma higiene adequada.

  • Seja responsável

A responsabilidade é uma característica muito requisitada pelas empresas, como falamos aqui.

Ser responsável na empresa é cumprir os prazos e ter zelo com o seu trabalho, realizando suas atividades da melhor maneira possível cumprindo com o seu papel de colaborador.

  • Pontualidade é fundamental

Um ponto que também tem muito a ver com responsabilidade é a pontualidade. Faltar e chegar atrasado no trabalho e reuniões mostra desrespeito com a empresa e seus superiores.

  • Tenha educação com todas as pessoas

Em uma empresa, você irá encontrar pessoas com pensamentos e estilo de vida diferentes do seu.

Dessa maneira, é extremante necessário ter educação e respeito com seus colegas, levando suas opiniões em consideração e sendo sempre cordial com todas as pessoas.

Sorria, seja positivo e ofereça ajuda sempre que sentir que algum colega está desanimado ou atarefado.

Empatia é uma qualidade importante e valiosa!

postura profissional

Além disso, não tenha atitudes racistas, homofóbicas ou misóginas e respeite a vivência de todas as pessoas que trabalham com você.

  • Atente-se ao linguajar

Por mais que sua empresa tenha um clima informal, evite usar um excesso de gírias ou falar palavrões.

Tenha um linguajar adequado na hora de falar com seus colegas e clientes.

  • Procure deixar os assuntos pessoais de lado

Na hora em que você estiver trabalhando, lembre-se que seu tempo é dedicado às tarefas da empresa.

Com isso, evite atender o celular ou entrar em sites de entretenimento durante o seu horário comercial.

Deixe para fazer essas atividades durante o horário de almoço ou quando estiver em sua casa.

Postura profissional no trabalho

Não importa se você está entrando no mercado de trabalho agora ou se já trabalha há algum tempo.

Com o cenário cada vez mais competitivo, algumas atitudes são um diferencial importante para quem quer fazer sucesso no mundo corporativo.

A boa postura profissional é fundamental em empresas de grande ou pequeno porte, nas mais variadas áreas de atuação.

A etiqueta corporativa, as normas de conduta, a cordialidade, a boa educação, o autocontrole, a ética e a sinceridade não são coisa do passado.

Pelo contrário: se tornam mais raras conforme aumentam a pressão por resultados e o estresse do ambiente de trabalho.

A orientação para manter boas relações interpessoais, melhorar o clima organizacional e manter uma boa postura profissional não vai trazer nada muito complexo.

Seu bom desempenho no trabalho não vai depender somente da sua capacidade técnica, suas competências e habilidades.

Saber manter boas relações com os colegas de trabalho, chefes, funcionários de sua equipe, clientes e fornecedores contribui muito para a sua postura profissional.

Pesquisas comprovam que 2/3 das demissões ocorrem devido às dificuldades de relacionamento entre funcionários.

Como você passa mais tempo no trabalho do que na sua casa, transmita sempre uma impressão positiva: demonstre bom humor, respeite os outros como se fossem membros da sua família, se coloque sempre no lugar da outra pessoa e fuja das brincadeiras que possam ofender.

Ouça as opiniões de todos que são importantes para você chegar a conclusões mais acertadas.

Nunca ninguém sabe tudo o tempo todo. Pensamentos contrários àquilo que você acredita agregam valor.

Seja flexível e, mesmo que não concorde com determinado ponto de vista, explique seus argumentos sem partir para o enfrentamento que só vai comprometer sua postura profissional.

Seja pontual. Se você acordou um horário para chegar e sair, cumpra-o, garantindo assim a boa postura profissional.

Não chegue atrasado às reuniões e seja disciplinado quanto aos prazos de entrega das suas atividades.

Faça um planejamento detalhado da sua rotina e organize seus horários para dar conta de tudo.

Lembre-se de deixar espaços para os imprevistos e, quando o atraso for inevitável, não deixe de avisar aos envolvidos, dando seus motivos e já programando um novo prazo de entrega.

Cuidado com o que veste para trabalhar.

Existe um código de etiqueta corporativa.

Do mesmo jeito que você não vai à praia de terno e evita os jeans para ir em um casamento, há roupas mais adequadas para o ambiente de trabalho.

Para as mulheres, recomenda-se não exagerar nos decotes, nas saias curtas demais, nas transparências, na maquiagem e nos acessórios extravagantes.

Não por moralismo ou preconceito, mas para os conhecimentos chamarem mais atenção do que a aparência.

E para os homens, pede-se para evitarem bermudas e camisas desabotoadas demais.

Evite fazer ligações e atender chamadas pessoais durante o horário de trabalho.

Feche as redes sociais e use o e-mail da empresa para trabalhar.

Nas emergências, vá até um local mais reservado, não demore nas ligações e peça desculpas ao retornar para uma reunião, por exemplo.

Os notebooks, tablets, smartphones e outros aparelhos pessoais também devem ficar em casa.

E cuidado com suas publicações em redes sociais.

Não entre em temas polêmicos que podem comprometer sua postura profissional.

Por fim, cumprimente a todos, agradeça, peça as coisas com delicadeza e olhe sempre nos olhos das pessoas, pois o contato visual mostra respeito e seriedade.

Postura profissional no cotidiano

A imagem pessoal e a postura profissional tornaram-se aspectos que contribuem para o sucesso em todas as áreas de trabalho.

Investir na imagem pessoal é uma estratégia vital para qualquer profissional que queira entrar e permanecer no mercado de trabalho.

Atualmente, mais do que nunca os mercados de trabalho requerem que os profissionais tenham uma atitude adequada ao nível interno e externo à empresa.

Para qualquer área de atuação, será o grande desafio do profissional, saber comportar-se adequadamente e ter um comportamento compatível com as regras e valores da empresa.

A prática de boas maneiras, tanto na vida pessoal como profissional, representa uma vantagem para o sucesso, o que explica o grande interesse pelo assunto por parte daqueles que desejam ser bem-sucedidos na vida.

E cultivar essa postura garante-lhe bons frutos.

As regras de boas maneiras não foram feitas para serem praticadas somente em reuniões sociais. Elas têm de encontrar espaço propício também no ambiente profissional e até mesmo pessoal.

O respeito das pessoas deve ser uma constante, pois somente através dele é que o trabalho coletivo pode chegar a um bom termo.

Sua atitude determina como as pessoas olham você e retrata como você olha o mundo.

A mudança de atitude, de decidir ser alegre, fará com que as pessoas se sintam atraídas por você.

Não é preciso nem dizer o que acontecerá, se você decidir ser uma pessoa triste o tempo todo.

Aprendi há muito tempo que eu poderia escolher mudar a minha atitude, ser uma pessoa positiva e feliz, independentemente das circunstâncias ao meu redor, ou optar por uma atitude ruim em que eu estaria destinada a ter dias péssimos.

Há um lado emocional da vida organizada e habilidades da organização pessoal.

Se você desenvolver com mais clareza suas ideias, valores e crenças tão necessárias para se organizar, terá melhor chance de controlar sua vida.

Você estrutura a sua vida em torno das próprias convicções, sejam elas em afirmar crenças ou distorções cognitivas.

Organize o dia com atitudes positivas para fazer com que você se sinta melhor.

postura profissional

Como melhorar a postura profissional

É de extrema importância que ocorra um ajuste entre você e a empresa na qual trabalha (lembre-se: você deve se ajustar ao perfil da organização).

As funções que você exerce dentro da empresa devem estar em linha com o que a empresa realmente necessita e também espera do seu trabalho, por isso, um fator decisivo para o sucesso profissional é a postura profissional.

Desta forma, listam-se abaixo algumas dicas que ajudará você a ter (ou aperfeiçoar) sua postura profissional no ambiente de trabalho:

  • Ser parceiro da educação, por mais óbvio que pareça, muitas pessoas deixam de dedicar sua atenção a este quesito, o qual é praticamente obrigatório e isso acaba levando a pessoa a perder o emprego. Para se ter uma boa postura profissional é preciso ter uma boa educação, que recebemos desde cedo, ou seja, devemos respeitar os demais, saber se comportar em público, honrar os nossos compromissos e prezar pela organização;
  • Autocrítica e interesse, pois assim com certeza dificilmente terá problemas com relação a sua postura profissional, pois a preocupação constante em melhorar sempre é um ponto mais que positivo em nosso caminho. O interesse pela atividade desenvolvida na empresa é outro ponto muito importante;
  • Cumpra todas as tarefas, isso não é somente uma questão de bom senso, mas também uma questão de compromisso profissional. Existem diversas pessoas que inventam várias desculpas para não cumprir com seus afazeres e esquecem que este é um dos pontos principais para avaliar a capacidade e comprometimento do funcionário;
  • Respeitar os demais colegas de trabalho, não é necessário gostar de ninguém, mas respeitar é obrigação de todos, não somente no trabalho, mas na vida, por isso, respeite sempre as diferenças, os limites e mantenha sempre a educação;
  • Mantenha sempre uma boa aparência, mas não é necessário estar sempre elegante. Saber se vestir significa saber usar a roupa certa no lugar certo, por isso, devemos saber nos vestir de acordo com que o local de trabalho nos solicita, sabendo sempre o que é certo e o que é errado;
  • Saber lidar com as hierarquias, pois isso pode ajudar e muito na carreira, jamais deixe que um cargo de liderança suba a sua cabeça e mantenha sempre o equilíbrio, tendo sempre respeito;
  • Aceitar opiniões, o qual faz parte do trabalho em equipe, afinal saber escutar, opinar e aceitar opiniões diferentes da sua é extremamente importante. Saber ouvir e saber se expressar, fazendo com que as pessoas entendam o seu ponto de vista, mas sem se impor;
  • Ser pontual no dia a dia no trabalho já conta 50% de pontos positivos, por isso, faça seu trabalho de maneira correta e cumpra o horário correto, mantendo sempre a pontualidade para os compromissos marcados;

Lembre-se sempre que o maior responsável pelo seu crescimento profissional é você (sucesso ou fracasso, a decisão e sua) por isso, faça com que ele aconteça.

Além de buscar aprimorar uma postura profissional irrepreensível faz-se necessário também possuir ou desenvolver alguns atributos que as organizações buscam para compor seu quadro profissional.

Como a postura profissional influencia nos resultados da empresa

Um estudo da universidade americana de Harvard que mostra que dois terços das demissões nas empresas são causadas por dificuldades de relacionamento com os colegas, no que a falta de etiqueta empresarial se mostra fundamental.

Isso explica porque pessoas altamente profissionais e competentes no que fazem acabam sendo demitidas de suas empresas e outras – nem tão competentes assim – permanecem, atingindo promoções e melhores oportunidades de carreira.

Logo, podemos concluir que competência técnica não é tudo e que aquelas pessoas que não têm uma boa habilidade para criar relacionamentos, ou seja, etiqueta no convívio, acabam tendo menores chances de sucesso.

Etiqueta Empresarial é um conjunto de cerimônias usadas no trato entre pessoas empresas, regidas pela boa educação, bom comportamento, convenções sociais, ética profissional e prescrições oficiais.

Seu objetivo é reduzir, ao mínimo, os conflitos, preconceitos, atritos, dúvidas, suspeitas e mal-entendidos entre o público e as organizações, criando um clima de conhecimento, compreensão, confiança, cooperação e parceria entre as partes que se relacionam.

Mesmo que o ambiente da empresa em que você trabalha seja o mais liberal possível, o profissional deve seguir algumas normas de comportamento.

Em qualquer empresa, tanto nas mais rígidas, como nas menos exigentes, qualquer deslize mais grave pode prejudicar você e levar até a demissão.

Algumas atitudes que parecem não causar transtornos podem ser fatais para sua carreira, como bater papo no telefone sobre assuntos pessoais, usar uma roupa inadequada ou lanchar no horário indevido em local não permitido.

Estes hábitos podem até parecer corriqueiros, mas não devem ser colocados em prática no ambiente de trabalho.

Como a maioria dos funcionários passa parte do dia trabalhando, é natural que a informalidade tome conta do ambiente, mas não deve passar disso, pois existem algumas regras de etiqueta que devem ser seguidas.

Prejuízos da má postura profissional

A imagem transmitida pelo profissional faz muita diferença.

É por isso mesmo que ficar de olho nas atitudes e na maneira como se porta no ambiente de trabalho pode render pontos positivos.

É possível observar abaixo algumas atitudes e ações que atrapalham a visão profissional da pessoa na carreira.

  • Um profissional que não sabe receber uma crítica, um feedback e se frustra com muita frequência, demonstra-se imaturo e, portanto, incapaz de assumir grandes responsabilidades, inclusive um cargo de liderança. Se alguém deseja subir na carreira, deve saber dominar suas emoções e lidar com as dos demais.
  • O profissional vende a todo instante a sua credibilidade perante a empresa e o mercado de trabalho. Ninguém deseja ter em seu quadro de funcionários alguém que denigre a imagem da própria empresa direta ou indiretamente (comentando e fazendo fofocas de outras pessoas).
  • O que se espera de um bom profissional é que ele tenha conhecimento suficiente para saber quanto tempo uma tarefa de sua responsabilidade demora para ser realizada apropriadamente. Quando o profissional atrasa, compromete sua credibilidade.
  • Cumprir horários estabelecidos para uma reunião ou evento é o mínimo que se espera de um profissional sério. Mesmo que seus líderes cultivem o mau exemplo de chegar tarde em reuniões, não faça o mesmo. Seja pontual.
  • Danificar computadores, mobília ou outras estruturas da empresa por descuido demonstra que o profissional não entende que a empresa possui um custo esperado para suas operações e que aumentá-lo diminui o resultado.
  • Cada organização possui uma cultura, expressa objetivamente em suas normas, mas também indiretamente no comportamento de seus funcionários, em especial seus líderes.

O profissional deve ter adaptabilidade ao ambiente, antes de querer mudar algo.

Chegar na organização e já questionar sua forma de ser é ruim para a sua imagem.

Muitas dessas atitudes passam completamente despercebidas no dia a dia.

A correria e a falta de atenção fazem com que profissionais sejam avaliados negativamente, o que, em muitos casos, só gera problemas depois de algum tempo repetindo os mesmos erros.

Por isso, esteja sempre atento às suas ações, não deixe que as funções e a sobrecarga façam de você um profissional relapso, desatencioso com suas responsabilidades e atitudes no ambiente corporativo.

postura profissional

Importância da postura profissional

Em meio à convivência proferida no ambiente escolar, salienta-se, de forma inegável, o fato de que o professor é concebido como um referencial para seus alunos.

Obviamente que tal concepção tanto pode ser contemplada de forma positiva, quanto negativa.

Tendo em vista que o educador, teoricamente, deve ser o centro das atenções, o mesmo torna-se alvo de constantes avaliações.

E tal afirmativa funde-se com a importância a que se deve à constante vigilância no que se concerne à imagem pessoal, uma vez que esta reflete diretamente no bom profissionalismo.

Muitas vezes, atitudes dizem mais do que qualquer discurso, daí a necessidade de as mesmas serem proferidas mediante uma postura correta e coerente, partindo do pressuposto de que o respeito, a justiça e a moral são elementos primordiais inerentes à conduta cotidiana ética, referente a todo ser humano.

O referencial anteriormente mencionado muitas vezes é atribuído em consonância com o surgimento de possíveis obstáculos, dentre os quais, o posicionamento adotado pelo educador é automaticamente contestado ou aplaudido por parte dos educandos.

Com base nestes postulados, ressalta-se a importância de o educador repensar constantemente suas práticas pedagógicas, procurando aprimorá-las sempre que necessário.

Bons exemplos, confiança e autoridade são virtudes conquistadas de acordo com o decorrer da convivência.

Ao assumir uma postura profissional adequada, o educador deverá se ater à importância de se instaurar um clima de reciprocidade, principalmente no que se refere ao respeito.

Sendo assim, tal possibilidade se concretizará efetivamente, tendo ele como principal agente de todo o processo.

Primeiramente, antes de conquistar o respeito, é necessário se dar ao respeito, e certas atitudes acabam comprometendo os objetivos propostos.

Portanto, algumas medidas tendem a colaborar para que os mesmos sejam concretizados de forma plausível. Entre elas destacam-se:

  • Evitar que sejam proferidas palavras de baixo calão no ambiente de sala de aula, pois tal atitude denota falta de respeito para com os alunos;
  • Saber contornar de forma autônoma e dinâmica os possíveis obstáculos provenientes das relações interpessoais, bem como dos resultados advindos do processo de ensino-aprendizagem;
  • Procurar cumprir com os prazos preestabelecidos quanto à entrega de resultados referentes a trabalhos, avaliações, seminários e outras atividades extraclasse. Posturas como estas conferem confiabilidade.
  • Cumprir com regras previamente estabelecidas, seja de forma coletiva ou individual, uma vez que a atitude mantém o instinto de autoridade, fato indispensável na preservação do instinto de liderança.

Uma boa postura profissional melhora não só o relacionamento interpessoal, como também conquista e mantém clientes satisfeitos, aumenta as oportunidades de negócios e, consequentemente, gera crescimento em nível organizacional e também para quem a cultiva.

Cada empresa possui suas próprias normas e regras de conduta, informadas ao colaborador no momento de sua contratação.

Mas existem comportamentos profissionais que são valorizados por quase todas as organizações, por contribuírem no alcance dos resultados.

Se você quiser se destacar no mercado de trabalho, precisa trabalhar e executar essas atitudes, independente do cargo ou hierarquia. Vale a pena observar o clima organizacional de cada empresa sobre suas regras.

>> Clique Aqui e conheça o Software RH Gratuitamente <<

5 (100%) 10 votes

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.