Plano De Carreira: Estabeleça Seus Objetivos E O Céu Será O Limite

Tempo de leitura: 19 minutos

Ter um plano de carreira bem definido significa você saber exatamente onde está, onde pretende chegar e colocar em prática as ações necessárias para alcançar o objetivo.

O que é plano de carreira

Um plano de carreira deve unir objetivos do funcionário e da empresa. Assim, o crescimento de ambos é potencializado.

Como fazer para reter talentos e desenvolver ao máximo seus potenciais?

Como contratar pessoas dando a elas visão de crescimento, antes mesmo de entrarem na empresa?

Um dos caminhos recomendados para alcançar isso é por meio de um bom plano de carreira para seus funcionários.

Mas o que é isso? Plano de carreira é um programa estruturado que estipula o caminho que cada funcionário vai percorrer dentro de uma organização.

Ele determina as competências necessárias para cada posição hierárquica e também qual é a expectativa da empresa em relação àquela posição.

De um lado, deve ser formulado para atrair e reter talentos.

De outro, o plano deve proporcionar ao funcionário a possibilidade de se desenvolver cada vez mais.

plano de carreira

Tendo um plano de carreira, o profissional pode saber por quais etapas passará na hierarquia da empresa e quanto tempo ficará em cada uma delas.

Essa visão é bastante adequada para organizações com estrutura de carreira formal, em fase de consolidação, quando o organograma já foi definido há um tempo e tem cargos e funções bem desenhados.

 Essas empresas vivem na velocidade do cruzeiro, em que qualquer mudança de rota não é feita de uma hora para outra.

Por isso, o funcionário dessas companhias sabe bem o que pode esperar dos próximos anos, que degraus pode subir e como desenvolver as competências que o levarão até lá.

Importância do plano de carreira

Pessoas que almejam cargos de liderança e gerência precisam traçar um plano de carreira com metas claras e buscar especializações para atingir esses objetivos.

Elas devem fazer cursos, treinamentos, especializações, participar de palestras, buscar conhecimento de diversas formas para progredir na profissão.

Sabemos a importância de um bom plano de carreira, as decisões a serem tomadas para se trilhar um caminho de sucesso que seja próspero e claro, visando o crescimento profissional.

Para seguir esta jornada é preciso criar metas bem definidas que vão seguir como um guia de crescimento profissional.

Entre todos os fatores a serem levados em consideração, a língua inglesa é um dos pontos mais importantes.

Afinal, a qualificação em um segundo idioma te permitirá fazer contatos e negócios com estrangeiros, em um mundo cada vez mais globalizado.

Os candidatos que apresentam um currículo onde consta o domínio de outras línguas possuem mais oportunidades e a conquista de melhores salários.

Agora, se uma pessoa apresentar um histórico escolar com cursos como um MBA feito em uma escola de negócios (business school) nos Estados Unidos, com certeza, suas chances serão ainda maiores.

Benefícios do plano de carreira

Estabelecer metas e objetivos é uma forma de pensar no crescimento da sua carreira e visar um futuro de sucesso dentro de um negócio, empresa ou corporação.

Podemos dizer – e isso está cada vez mais claro – que as mudanças no mercado de trabalho também alteraram os interesses e as ambições dos colaboradores dentro de uma organização.

Se antigamente as pessoas passavam a vida toda trabalhando em um mesmo emprego, hoje em dia os novos profissionais desejam atuar em empresas que permitam chances de crescimento e aprendizado contínuos.

Muitas vezes, apenas ter um salário bom não é atrativo para o funcionário.

Além de buscar oportunidades em empresas que ofereçam um bom salário e oportunidades de exercitar suas competências, os profissionais também desejam trabalhar em organizações que ofereçam perspectivas de crescimento e desenvolvimento profissional, pessoal e financeiro.

Para alinhar os interesses de um colaborador com as competências que a empresa espera dele, uma estratégia adotada por ambas as partes é fazer um plano de carreira.

Plano de Carreira

O plano de carreira é um conjunto de ações relacionadas à vida profissional que você deve criar, para identificar onde você está no momento, aonde você quer chegar.

Identifique:

  • Em qual momento da sua carreira você se encontra?
  • Quais são seus objetivos profissionais em curto, médio e longo prazo?
  • Quais são os passos necessários para você alcançar seus sonhos ou um cargo que você almeja?
  • Quais são as habilidades e competências exigidas para seu crescimento?
  • A empresa que você trabalha atualmente pode te oferecer uma perspectiva de crescimento e oportunidades de cargos melhores?

Nesse sentido, o planejamento de carreira é um passo importante para o desenvolvimento profissional.

Tendo metas definidas, o profissional saberá exatamente o que deverá fazer para alcançar seus objetivos e se manterá motivado.

Ele sabe quais posições pode conseguir dentro da empresa em que trabalha ou como buscar novas oportunidades no mercado de trabalho.

Planejar a carreira é um cuidado que devemos ter logo no início da nossa vida profissional, levando em consideração nossos planejamentos em curto, médio e longo prazo:

  • Curto prazo: Metas e objetivos para o próximo ano;
  • Médio prazo: Metas e objetivos de 1 a 3 anos;
  • Longo prazo: Metas e objetivos de 3 a 5 anos.

O plano de carreira serve para você ter um controle dos seus objetivos.

Você deve trabalhar com datas e prazos para conseguir mensurar se você está de fato atingindo seus objetivos e se o que está sendo planejando está realmente acontecendo.

No caso de almejar uma promoção dentro da empresa ou desejar um cargo maior, você deve analisar se você tem os pré-requisitos para essa vaga.

Quais competências você já tem?

Quais competências você precisa desenvolver?

Precisa fazer um curso? Uma especialização? Treinamentos dentro da empresa?

Por exemplo: se você deseja ser um líder, será necessário analisar quais competências e qualidades relacionadas à liderança você já possui.

Se estão faltando algumas (ou muitas) coisas, você pode começar a se capacitar e fazer cursos, assistir palestras ou realizar treinamentos que te tornarão mais apto para exercer uma nova função.

Mas lembre-se: é necessário ser realista e estipular metas alcançáveis.

A melhor forma de tirar proveito do plano é tê-lo como um guia de tomada de decisões.

Quando a pessoa não tem um objetivo claro daquilo que quer, perde o foco, e sua carreira fica à margem dos acontecimentos.

É como se a pessoa terceirizasse sua vida profissional, deixando-a nas mãos dos outros.

Como fazer um plano de carreira

Estabelecer um plano de carreira é fundamental para qualquer profissional que busca uma carreira sólida e almeja o sucesso.

Afinal, alcançar esse patamar de êxito é resultado de uma longa trajetória que exige planejamento, foco e muita dedicação, uma vez que os resultados não vêm da noite para o dia e são consequência de disciplina e perseverança.

Elaborar um plano de carreira é fundamental para qualquer profissional que busca uma carreira sólida e almeja o sucesso.

Nesse sentido, montar um plano de carreira pode ajudar, pois ele serve como guia para o profissional alcançar todos os seus objetivos de forma rápida e assertiva.

Confira algumas dicas e saiba como fazer um plano de carreira eficaz:

Faça uma avaliação pessoal

Fazer uma avaliação pessoal é fundamental para definir com clareza o que você quer e aonde almeja chegar.

Reflita sobre o seu momento atual, seus pontos fortes e o que precisa ser melhorado, bem como seus valores e talentos que contribuem para alcançar seus objetivos.

Defina objetivos

Para criar um plano de carreira eficaz, é importante definir seus objetivos pessoais e profissionais, bem como suas reais necessidades.

Reflita sobre como você quer estar daqui a 5, 10, 15 ou 20 anos, o que poderá fazer e quais ferramentas utilizar para alcançar esses objetivos. Uma promoção, um novo emprego ou montar um negócio são alguns exemplos realistas de objetivos.

Elabore estratégias

Outra dica importante para quem busca montar um plano de carreira eficiente é definir estratégias específicas para ficar mais próximo dos objetivos almejados.

O que você pode fazer hoje para estar mais próximo do que deseja? O que falta acontecer para atingir suas metas?

Invista, por exemplo, em capacitação profissional, desenvolva suas habilidades, faça novos cursos, amplie seus conhecimentos, estude uma nova língua… enfim, avalie o que você realmente necessita e mãos à obra.

Inspire-se nos exemplos de sucesso

Inspire-se em profissionais que atingiram o sucesso e aprenda com o relato de cada um deles.

Busque saber sobre suas carreiras e trajetória.

Use esses cases como estímulo para correr atrás de seus próprios objetivos.

O que não faltam são bons exemplos de pessoas que ousaram, acreditaram e conquistaram grandes resultados.

plano de carreira

Coloque seu plano de carreira no papel

Colocar o seu plano de carreira no papel é fundamental para entender melhor os seus planos e metas.

Colocar no papel todos os pontos listados acima é fundamental para você gerenciar melhor a sua carreira, acompanhando os desafios e metas propostos.

Dedique um momento do seu dia para lê-lo e atualizá-lo. Isso o ajudará a não se esquecer dos seus planos, mesmo diante das dificuldades.

O primeiro passo é definir o seu objetivo específico.

Em seguida, liste cinco competências comportamentais que já possui e outras cinco que precisa desenvolver ou adquirir para alcançar o resultado almejado.

Determine também cinco capacidades técnicas que já possui e outras cinco que deve aperfeiçoar para atingir seus propósitos.

Depois, é só ir colocando as ações para realizá-los até completar o período estabelecido.

Ao final, escreva novamente o seu objetivo específico e deixe um espaço para preencher com a data que ele será atingido.

Embaixo, coloque uma avaliação geral do plano, com as seguintes alternativas:

  • Consegui cumprir todas as ações propostas e atingi meu objetivo;
  • Não cumpri as ações e não atingir meu objetivo;
  • Cumpri as ações e atingi o objetivo fora do prazo estipulado.

Você deverá escolher a alternativa que se enquadra ao resultado de seu plano de carreira.

Deixe um espaço para colocar observações gerais, com aprendizados e lições que tirou dessa experiência. Essas anotações podem ajudá-lo na elaboração de outros planos, caso seja necessário.

Além dessas informações, você também fique à vontade para incluir outras que o ajudem a gerenciar o seu plano de carreira.

Da mesma forma, conforme você vai descobrindo mais sobre si mesmo, inclua potenciais que precisam ser desenvolvidos.

A única regra é não abandonar seu objetivo ou torná-lo algo inalcançável.

Fique atento se estiver fazendo muitas mudanças, pois isso pode indicar que você não sabe o que realmente quer e está perdendo tempo com uma formação profissional inadequada para sua verdadeira vocação.

Exemplo de plano de carreira

Conheça alguns modelos de planos de carreira já consolidados no mercado de trabalho:

Plano de carreira em Y

A carreira em Y, ou bifurcada, é um modelo que possibilita ao colaborador escolher qual caminho seguir dentro da empresa: na área técnica, se for de sua preferência, ou optar pela ascensão em cargos de gestão.

Este modelo surgiu em resposta a uma prática comum dentro de planos de carreira que tinham como degraus mais altos os cargos de gestão.

É uma possibilidade que visa valorizar a mão de obra daqueles que não querem passar a um cargo de gestão e gostam mesmo de fazer trabalhos técnicos e operacionais.

A distribuidora de energia Elektro — eleita a melhor empresa para se trabalhar em 2014 pela Revista Você S/A — adota o modelo de carreira em Y.

Em conferência concedida ao site sindienergia.org.br, a consultora de RH da empresa, Noemi Oga, afirma:

“A valorização do profissional pode estar ligada à experiência e conhecimento em sua área de atividade”.

“Portanto há a possibilidade de evoluir na carreira como especialista, o que resulta no reconhecimento pela liderança técnica, pelo conhecimento específico e diferenciado que possui”.

Entretanto, Noemi também afirma que, para que este modelo funcione bem, é necessário assegurar equivalência de remuneração e benefícios entre os altos cargos da área de gestão e da área técnica.

Empresas como Embraer e Netshoes também adotam o modelo de carreira em Y para valorizar seus funcionários da área técnica e, com isso, conseguem reter talentos de especialistas técnicos e mantê-los motivados.

O título alcançado está ligado também a outras estratégias, tais como:

  • Intensa comunicação interna: divulgando as ações de RH e os valores em que estão sustentadas
  • Processos seletivos internos para cargos superiores
  • Iniciativas de aprimoramento e desenvolvimento profissional e acumulação de pontos (conforme desempenho) que podem ser trocados por prêmios.

Plano de Carreira em W

Assim como o plano em Y apresenta dois caminhos possíveis de crescimento, o plano em W, sugere um terceiro que é o misto dos outros dois.

Em vez de seguir como especialista ou gestor, o profissional pode se tornar um gestor de projetos.

Ele não chega a ser um líder tradicional, responsável pelo desenvolvimento de outras pessoas.

É o tipo de profissional que acompanha pontualmente o desempenho dessas pessoas dentro de um projeto específico, dando feedbacks mais técnicos e atuando de forma consultiva.

Na prática, esse modelo não se espalhou com tanta força pelas organizações porque funciona em setores bastante específicos, como o de tecnologia, por exemplo.

Nesse caso, um programador sênior pode gerir outros desenvolvedores, se tornar especialista ou ainda gerir projetos de desenvolvimento de novas tecnologias dentro da empresa.

Plano de Carreira para empresas de alto crescimento

Essa visão bem planejada sobre o futuro do funcionário dentro da empresa é mais realista em organizações consolidadas.

Já nas empresas em fase de expansão, o crescimento do negócio exige um aumento também no quadro de funcionários, que pode chegar a dobrar de um ano para outro, uma reestruturação de áreas e também a formação de novos líderes.

Nesse sentido, é mais difícil prever como a empresa estará em cinco anos para traçar um plano de desenvolvimento seguro para os funcionários.

Volkswagen

O Processo de Desenvolvimento Integrado da Volkswagen propicia a seus funcionários uma formação qualificada e especializada, com módulos no Brasil e no exterior.

Após serem avaliados quanto a seu histórico profissional, desempenho e outros pontos, os colaboradores escolhem dentre as possibilidades de carreira e são chamados para uma conversa com o administrador da empresa.

Uma nova etapa avaliará se o funcionário possui as 10 competências fundamentais para a realização do Programa:

  • Visão estratégica
  • Comunicação
  • Foco no cliente
  • Liderança
  • Trabalho em equipe
  • Empreendedorismo
  • Possibilidade de mudar de cidade ou até de país
  • Domínio do inglês e do alemão
  • Bom relacionamento interpessoal
  • Noções de negociação

Dependendo do resultado dessa análise, é sugerido ao colaborador um crescimento vertical na hierarquia da empresa, ligado a cargos de gestão, ou um lateral (no qual corresponderá a atividades distintas dentro de seu mesmo departamento).

O funcionário é, então, enviado para um conjunto de treinamentos, podendo ser desligado do treinamento caso necessite aprimorar suas competências, sendo reintegrado posteriormente.

plano de carreira

Bayer

O instrumento utilizado pela Bayer para estimular o crescimento de seus funcionários é o Programa de Desenvolvimento de Competências da Bayer, realizado todos os anos com colaboradores elegidos pelos responsáveis de cada departamento.

Os participantes são divididos em grupos, e tem suas capacidades e perfis analisados a fim de identificar aptidões e competências, relacionando-as a cargos compatíveis.

Um feedback é apresentado posteriormente e, se for o caso, alterações na carreira dos colaboradores são sugeridas.

A seguir, seguem para um treinamento elaborado para atender às características ausentes e que são vistas como essenciais para os cargos disputados.

Finalizado o treinamento, os colaboradores seguem para a rotina normal de trabalho, quando é realizado o pós-treinamento.

Esta etapa consiste na observação do colaborador pelo gestor, visando certificar se os conhecimentos adquiridos estão sendo implementados.

Caso sim, e se há oferta de cargo, o funcionário é promovido.

Plano de carreira nas empresas

Muitas empresas ofereciam um plano de carreira estruturado aos seus funcionários como uma espécie de benefício para seu crescimento profissional.

Acontece que o cenário de trabalho mudou bastante na última década e esse tipo de plano de carreira está caindo em desuso. Primeiro, porque é raro alguém ficar por 20, 30 anos no mesmo local.

Depois, porque as pessoas seguem caminhos diferentes para chegar a um mesmo objetivo – ou mesmo podem mudar de direção no meio da jornada.

O ideal é pensar no plano de carreira como um mapa de desenvolvimento e encontrar o tipo de empresa ideal que permita esse desenvolvimento.

Plano de carreira cargos e salários

O plano de cargos e salários é um descritivo de cada posição de trabalho que existe dentro de uma organização e do salário correspondente a ela.

Ele garante isonomia entre empregados e atua como um instrumento importante de gestão, tanto para a área de Finanças como para a área de Recursos Humanos.

Imagine que você estivesse sendo contratado agora para começar em uma empresa e seu líder te mostrasse uma matriz com todas as características da vaga que você vai ocupar e também das características dos cargos imediatamente acima do seu.

O quão mais seguro sobre suas tarefas você se sentiria? O quão mais clara seria sua visão sobre o que você precisa fazer para produzir mais e crescer na empresa?

Funções de um plano de cargos e salários

Um plano de cargos e salários pode ser útil tanto ao gestor de uma área como ao departamento de Recursos Humanos. Confira algumas de suas funções:

  • Auxiliar na contratação de novos colaboradores;
  • Facilitar o planejamento financeiro da empresa;
  • Elucidar ao colaborador exatamente o que se espera dele na função que ocupa;
  • Deixar nítido a todos os funcionários quais são os cargos da empresa e o que é esperado de quem os ocupa;
  • Assegurar igualdade de deveres e direitos entre os funcionários;
  • Apoiar os profissionais de Departamento Pessoal na montagem de folha de pagamento.

Como montar o plano

Seguem algumas etapas importantes para o processo de montagem do plano de cargos e salários:

Etapa 1:

Reunir os gestores da empresa para consolidar quais cargos existem (ou devem existir, caso haja necessidade de contratação) em cada departamento e qual é o perfil necessário em cada uma delas.

Essa tarefa fica mais eficiente tendo como suporte o organograma da empresa.

Etapa 2:

Uma vez elencados todos os cargos da organização, você deve estabelecer, para cada um deles, os seguintes pontos:

  • Faixa salarial: intervalo entre os valores mínimo e máximo que o profissional do cargo pode receber de salário. Esse parâmetro pode ser definido por meio da consulta a sindicatos e benchmarks de empresas do mesmo segmento ao qual a seu pertence.
  • Responsabilidades: quais as principais atividades que o profissional do cargo deve executar em seu cotidiano. Os gestores de cada cargo terão uma visão clara acerca desse tópico, assim como dos dois abaixo.
  • Perfil Técnico Necessário: conjunto de habilidades técnicas e de ferramentas (sejam elas online ou offline) que o colaborador deve possuir para exercer a função em sua plenitude. Nesse espaço você deve colocar, por exemplo, se o cargo exige domínio avançado em Excel ou em algum software de gestão.
  • Perfil Comportamental Necessário: conjunto de traços comportamentais que o colaborador deve manifestar para ocupar o cargo — como capacidade analítica ou perfil de liderança.

Etapa 3

Usar o plano de cargos e salários para comunicar de maneira eficaz aos colaboradores, novos ou antigos, a trilha a ser percorrida para que ele consiga se desenvolver dentro da empresa e galgar cargos mais elevados.

Assim, ele tem um guia prático de o que fazer agora e do que fazer futuramente.

Para aprimorar seu Roteiro de Entrevista e Recrutamento e Seleção, é essencial que a empresa conte com um sistema automatizado para gerar grandes resultados.

>> Clique Aqui e conheça o Software RH Gratuitamente <<

5 (100%) 10 votes

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.