5 dicas para fazer sua carta de apresentação

Tempo de leitura: 3 minutos

como-escrever-uma-carta-de-apresentacao

A carta de apresentação é uma oportunidade para os candidatos se apresentarem aos empregadores. Contudo, muitas vezes, os candidatos desperdiçam essa oportunidade, já que acabam escrevendo a sua carta de forma muito genérica. Isso ocorre pois os aspirantes à vaga frequentemente acham que esse mecanismo não irá ter influência em sua contratação.

O que eles não sabem é que escrever uma boa carta de apresentação é muito importante. Isso porque, é uma oportunidade para os profissionais descreverem suas habilidades e o quanto podem contribuir para a empresa.

O modo que você escreve a carta irá ser definitivo para incentivar o responsável pela contratação a ler até o final e considerar seu currículo.

Para iniciar o recrutamento com vantagem em relação aos outros candidatos, certifique-se de sua carta de apresentação seja convincente e memorável. Confira 5 dicas para fazer isso:

  1. Não seja genérico ou óbvio demais

Alguns dos piores erros de cartas de apresentação é não conter dados específicos do candidato. Por isso, evite escrever coisas como “Para quem possa interessar”.

Ao invés disso, procure se informar quem será o responsável pelo processo de recrutamento e escreva diretamente à essa pessoa.

Evite ainda incluir informações óbvias e formalidades que podem ser consideradas genéricas, como:

“Meu nome é…” (você irá assinar a carta, então não precisa se identificar dessa forma)

“Escrevo para demonstrar meu interesse…” (isso é bastante óbvio)

  1. Seja dinâmico e vá direto ao ponto

Ao invés de colocar informações genéricas e clichês, busque ser direto na abertura de sua carta.

Por exemplo: “Sou um educador dinâmico. Possuo dez anos de experiência no ensino de matemática para alunos do ensino fundamental e médio…”

“Como gerente de mídia social na empresa ______, eu implementei novas táticas de marketing e comunicação que aumentaram os seguidores do Twitter em cerca de 10%”.

“Eu estou muito empolgado com a possibilidade de poder contribuir com meu trabalho à empresa _____, pois o trabalho desempenhado com as famílias de baixa renda é uma inspiração para mim”.

  1. Faça fluir as informações entre os parágrafos

A leitura de sua carta de abertura deve fluir de forma fácil e leve. Para isso, é preciso que os parágrafos estejam interligados.

Para que essa interligação ocorra, certifique-se que está respondendo a estas perguntas:

  • Quem é você?
  • Qual sua experiência profissional? (onde trabalhou)
  • Quais são as suas principais realizações?
  • Como você acredita que pode contribuir com seu trabalho para a empresa?
  1. Como escrever uma carta por e-mail

Atualmente, é muito comum que as cartas de apresentação sejam solicitadas por e-mail. As dicas para escrever um material convincente são as mesmas, mas é preciso ser mais sucinto e colocar realmente as informações mais relevantes, já que você não pode prever onde e quando sua carta será lida. O gerente de contratação pode ler a sua carta pelo celular, durante um intervalo entre reuniões, por exemplo.

Por isso, uma boa técnica é fazer um bom primeiro parágrafo, limitado a 150 palavras. Este parágrafo deve ser interessante e atrativo ao leitor e descrever suas habilidades.

Caso isso não ocorra, as chances de sua carta ser lida até o final são muito poucas.

  1. Use palavras-chave correspondentes a suas habilidades

Se você quiser que sua carta de abertura traga a descrição exata de sua experiência profissional, utilize palavras-chaves que são usadas em anúncios de emprego e correspondentes ao tipo de profissional que a organização está buscando contratar.

Assim, será mais fácil para o gerente de contratação visualizar os benefícios que você poderá trazer à empresa.

>> Clique Aqui e conheça o Software RH Gratuitamente <<

5 (100%) 12 votes

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *