Confira 5 técnicas e ferramentas de recutamento

Tempo de leitura: 2 minutos

rh-8-1

Recrutadores estão constantemente à procura de novas ferramentas e técnicas que irão fazer com que se consiga os melhores talentos para tornar a equipe de trabalho forte e mais competitiva, frente à concorrência.

As técnicas variam conforme o tempo. Se antes os recrutadores usavam anúncios de jornais para chamar a atenção dos profissionais, atualmente eles usam cada vez mais a internet e as redes sociais, por exemplo.

Vejamos algumas técnicas de recrutamento:

  1. Propaganda 

Esta técnica ocorre a partir de avisos em jornais e revistas de grande circulação sobre a vaga de emprego.

Muitas vagas, por exemplo, são anunciados em jornais de comércio que são lidos por pessoas que são susceptíveis de ser qualificado para o trabalho.

A desvantagem da publicidade é que, como a vaga fica muito exposta, há um grande número de acessos e envio de currículo de pessoas que não são qualificadas, o que acarretará em mais trabalho para o processo de filtragem de candidatos em busca do melhor.

Está tática já é pouco usada nos dias de hoje!

  1. Indicações

As indicações são uma maneira muito mais focada e eficiente de aquisição de novos funcionários do que a publicidade pública.

Esse método se dá a partir de encaminhamentos de candidatos qualificados por profissionais que já possuem uma noção clara do que a vaga pede.

Certamente, um profissional indicado é mais suscetível de ser qualificado para uma posição do que uma pessoa aleatória.

  1. Headhunting

Esta é a prática de atrair bons empregados de outras empresas, oferecendo-lhes melhores salários e melhores benefícios e condições. Algumas empresas consideram esse tipo de estratégia como antiético.

O efeito do headhunting ocorre, geralmente, quando as empresas aumentam o nível de remuneração e benefícios para os melhores talentos, pois deseja  impedir que seus melhores funcionários sejam atraídos pela concorrência.

A desvantagem de adquirir talentos através de headhunting é que eles são menos propensos a apresentar um alto nível de lealdade à empresa.

  1. Feiras de emprego

As feiras de emprego são uma forma eficiente de os empregadores fazerem contato com um grande número de potenciais empregados.

Colocando um stand em uma feira de empregos, o empregador possui pouca despesa e tem a possibilidade de acessar uma grande variedade de candidatos qualificados e ainda montar um banco de dados de talentos para a empresa.

  1. Redes sociais

As possibilidades de contratação a partir sites de redes online, como Twitter e Facebook estão sendo descobertos por muitas empresas.

Por causa da natureza interligada destes sistemas, um anúncio de abertura de trabalho pode ser transmitido de pessoa para pessoa e alcançar milhares de pessoas dentro de um curto espaço de tempo.

Isso acontece, pois pessoas com interesses semelhantes, carreiras e habilidades tendem a ser ligados uns aos outros.

Assim, um anúncio de emprego divulgado em uma rede social pode ser compartilhado por várias pessoas, alcançando assim um grande número de candidatos  qualificados para o trabalho oferecido

>> Clique Aqui e conheça o Software RH Gratuitamente <<

5 (100%) 11 votes

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.